Miguel Laffan.jpg

Região dos Açores pelo chef Miguel Laffan

Natural de Cascais, Miguel Laffan procura, na sua cozinha, criar sensações e experiências com sabores únicos. Acredita que só através de uma pesquisa insaciável, com determinação e rigor se atinge uma cozinha de excelência. Para ele é tão importante a frescura de um alimento como a frescura mental de quem o transforma. Este equilíbrio é a sua grande referencia.

Reinterpreta de uma forma contemporânea as raízes da cultura gastronómica portuguesa, equilibrando sabores e viagens pelo mundo fora, com ingredientes secretos e exóticos. A sua base é de cozinha francesa.

Conquistou a primeira e única estrela Michelin no Alentejo em 2013  no L’AND (L’AND Vineyards Wine Resort) em Montemor-o-Novo renovando-a pela ultima vez em Novembro de 2018.

Em Janeiro de 2019 disse adeus ao Alentejo abraçando, em casa, Cascais, o emblemático restaurante Porto Santa Maria. Pela primeira vez na pele de também proprietário do espaço.

O ML Chicken All Around, Oeiras Parque, é um conceito da sua autoria pensado para partilhar culturas e viagens.Faz parte da selecionada equipa de Chefes que a Tap escolheu para promoverem a gastronomia portuguesa em ações em todo o mundo. É Embaixador da Marca de Bacalhau Riberalves desde Junho de 2017. Miguel Laffan conta com participações em vários livros portugueses como: “Receitas Deliciosas para Doentes Oncológicos em tratamento” - Coleção Atitude; “Os 100 melhores Azeites de Portugal”, por Edgardo Pacheco; “Isto não é um livro de receitas” de Nelson Nunes, “Vinho à Mesa” de Maria João de Almeida, entre outros.

Atualmente é  chef do restaurante Atlântico Bar & Restaurante no Estoril.

Arquipélago dos Açores

Nove ilhas foram pintadas entre os mares do Atlântico. Os Açores são um deleite aos sentidos: sua beleza é tão impressionante quanto os sabores que lá nascem. Receitas tradicionais, como o cozido das Furnas e manteiga de gosto inigualável, convivem com o atum rosa e abundantes mariscos. É impossível não se encantar com a doçaria local, onde cavacas de Santa Maria, queijadas de Vila Franca do Campo, donas-amélias, doces de alfenim da Terceira, Fofas do Faial, queijadas da Graciosa, covilhetes de leite…são alguns dos mais tradicionais.

Mas não podemos provar todas estas especialidades sem os vinhos dos Açores, em especial os Brancos da Ilha do Pico.